Trump e Estudar nos Estados Unidos

Publicado por

Depois da vitória surpreendente de Donald Trump em Dezembro, ganhando a presidência dos EUA, os estudante e educadores estão preocupados pelo o que sua vitória vai significar para a reputação do país antes visto como acolhedor e seguro, e onde havia oportunidades de trabalho disponíveis para todos.

Afinal, uma das principais promessas da campanha de Trump foi de construir um muro na fronteira do México, uma barreira tanto figurativa como literal de separar os Estados Unidos do resto do mundo.

Nas semanas recentes, a administração de Trump instigou a proibição de algumas entradas no país, bloqueou e depois reeditou, e teve a intenção de limitar o número de refugiados e suspender a entrada de várias nacionalidades de alguns países do Oriente Médio.

Esses movimentos, assim como a intenção de Trump de reduzir a imigração, deixou algumas pessoas preocupadas, tanto americanos quanto pessoas de todo o mundo, de que os EUA não é mais receptivo aos estrangeiros e portanto, o país também não será com os estudantes internacionais.

Mesmo os estudantes americanos não estão querendo estudar em seu país de origem, de acordo com relatórios, e preferem os países tais como Canadá que começa agora a receber mais aplicações em consequência.

Essas reações são completamente compreensíveis. Mas é importante lembrar que as ações de Trump não têm a intenção de reduzir o número de estudantes ou trabalhadores qualificados no país. As mensagens de Trump são destinadas a um grupo de pessoas que ele e sua administração acham que seria prejudicial para os Estados Unidos.

Agora, se o plano deles para fazerem isso é o adequado, ou se esses planos são poderosos o suficiente ou não, nós não podemos dizer nem prever. A política é um jogo de opiniões e se alguém está certo ou errado dependerá de sua perspectiva pessoal.

No entanto, o que podemos reiterar é que os EUA é e continua sendo um lugar seguro e maravilhoso para estudantes de todo o mundo. E mesmo que você ame ou odeie Donald Trump, os americanos permanecerão acolhedores e receptivos para os homens e mulheres internacionais que fazem dos Estados Unidos um país fenomenal, e em muitos aspectos, é impecável.

Especialmente em termos de educação. Mesmo se a política dos EUA vai por aqui ou por ali, a reputação do país como um dos melhores, se não o melhor, em educação internacional é muito improvável que mude. Nem reconhecimento dos outros no sistema de ensino americano mudará.

Muitas universidades americanas estão começando agora a se envolverem em campanhas adicionais incentivando estudantes internacionais a se juntarem a elas. Há esperança de que, para combater qualquer má vontade, as universidades americanas podem oferecer bolsas de estudos mais lucrativas e bônus para se mudar para lá, então, de fato, agora pode ser melhor do que nunca solicitar uma educação no país.

Se você acha que pode ser afetado por quaisquer ordens ou leis relacionadas com o visto ou com questões de liberdade de movimentos, entre em contato com o The Institute of International Education ou The Catalyst Trust for Universal Education, que levantou uma nova plataforma atualmente oferecendo 600 + bolsas de estudo e programas para Estudantes universitários deslocados.

Além disso, o site do governo dos EUA também está disponível para informar e ajudar de qualquer maneira que puder.