Diferença entre Especialização, Mestrado e Doutorado

Publicado por

Sua graduação chegou ao fim e o próximo passo é continuar seus estudos no exterior. Mas, que tipo de curso deve fazer? Especialização, mestrado ou doutorado? Antes de escolher a melhor opção de pós-graduação para sua carreira lá fora, esclareça quais as diferenças entre cada tipo de qualificação.

 

Especialização, MBA, Mestrado e Doutorado: todos eles estão classificados no nível educacional de Pós-Graduação, ou seja, são realizados após a Graduação. Os dois primeiros são considerados “Pós-Graduação lato sensu”, enquanto as duas últimas fases são de “Pós-Graduação stricto sensu”.

Antes de especificar cada tipo de curso, queremos que você entenda a principal diferença entre a pós-graduação “lato sensu” e “stricto sensu”: enquanto os cursos de Pós-Graduação "lato sensu” são mais práticos, curtos e focados em uma determinada matéria – especialização -, os cursos de Pós-Graduação "stricto sensu” são mais longos, ideais para quer prolongar seu aprendizado ou se tornar pesquisador ou professor universitário, com título de Mestre ou Doutor.

 

O que é uma Pós-Graduação Lato Sensu?

Especialização

Com uma orientação técnico-profissional, uma Especialização irá aprofundar os seus conhecimentos na área em que você se formou, direcionando sua Graduação. Normalmente, opta por uma Especialização quem é recém-formado e a duração média é de um ano, podendo variar um pouco consoante o páis e o campo de estudos. No final, você recebe um certificado de Especialista.

MBA

O famoso MBA é, na realidade, uma Especialização direcionada para uma área específica: Negócios e Administração – Master in Business & Administration. Quem fizer um MBA, encontrará um curso com forte conexão profissional, indicado para aqueles que já estão inseridos no mercado de trabalho – em alguns países, um dos requisitos de admissão é mesmo experiência laboral mínima de um ano ou mais, já que você irá aplicar e discutir práticas utilizadas por profissionais e executivos no plano corporativo. Quer desempenhar funções de coordenação ou direção na sua carreira? Então, o MBA é a escolha certa para você.

 

O que é uma Pós-Graduação Stricto Sensu?

Mestrado

Diferente de uma Especialização, o Mestrado serve não tanto para aprofundar conhecimentos em uma área, mas para dar continuidade e prolongar o estudo já iniciado na Graduação. Em certos casos, parte-se do pressuposto que você já está inteirado sobre a teoria do campo de estudos do Mestrado que vai iniciar. No entanto, essa também pode ser uma forma de redirecionar sua carreira e complementar sua graduação com novas matérias, caso você opte por uma área diferente – nesse sentido, o Mestrado é mais flexível que a Especialização.

Existem ainda dois tipos de Mestrado: o acadêmico, teórico, aconselhado para quem pretende lecionar, e o profissionalizante, mais prático e voltado para o mercado de trabalho. Lá fora, eles equivalem ao "taught master's degree" e ao “research master’s degree”, respetivamente. Consoante o país, a área de estudos e o tipo de Mestrado, pode durar entre um a três anos, em regime de tempo inteiro ou tempo parcial, e exigir a apresentação final de uma dissertação.

Doutorado

Num nível mais aprofundado que o do Mestrado, o Doutorado é o passo seguinte no seu conhecimento dentro do seu campo de estudos. Durante o também denominado PhD, Doctor of Philosophy, você consolida e intensifica um aprendizado, tornando-se um pesquisador. A duração é de três a quatro anos, mas pode ser mais longa caso você opte por estudar em tempo parcial. Durante uma boa parte do curso, você terá de dedicar-se a uma pesquisa extensiva em uma matéria da sua escolha, que culmina em uma tese, com defesa oral obrigatória no final do Doutorado. Essa é a “carta branca” que você precisa para se tornar em um professor universitário ou trabalhar em uma área específica, ou seja, o Mestrado também pode ser de caráter profissional ou acadêmico.